Notícias

Seminário Estadual da Política de Prevenção à Criminalidade 2018

A naturalização da violência e os desafios para a Política de Prevenção Social à Criminalidade. Foram esses os temas do Seminário Estadual da Política de Prevenção Social à Criminalidade, realizado nesta quarta-feira (04) e quinta-feira (05) no auditório do Hotel Othon Palace em Belo Horizonte, MG. O evento, que foi promovido pela Secretaria de Estado de Segurança Pública de Minas Gerais, por meio da Subsecretaria de Políticas de Prevenção à Criminalidade, e pelo Instituto Elo, parceiro do Estado na execução da Política Estadual de Prevenção, reuniu mais de 400 pessoas para debater a questão da segurança pública, da violência, da criminalidade e os desafios para o enfretamento destas complexas questões. 

 

Participaram do Seminário profissionais que atuam na Política de Prevenção: Servidores públicos, analistas sociais, gestores sociais, supervisores metodológicos,  além de outros profissionais e convidados de Belo Horizonte, RMBH e de municípios do interior do Estado.

Para além da programação temática do evento, o Seminário incluiu, na quinta-feira (05), capacitações específicas para as equipes do interior por programa de prevenção de atuação destes profissionais: Programas Fica Vivo!, Mediação de Conflitos, Central de Acompanhamento de Alternativas Penais (Ceapa) e Programa de Inclusão Social de Egressos do Sistema Prisional (PrEsp). E também mesas Temáticas com a apresentação de Projetos, ideias, estudos de caso, boas práticas e experiências inscritas pelas equipes técnicas das Unidades de Prevenção à Criminalidade - UPCs de Belo Horizonte, municípios da RMBH e municípios do interior do Estado. 

 

A Política de Prevenção Social à Criminalidade desenvolvida pelo Governo de Minas Gerais é um conjunto de ações inovadoras no campo da segurança pública que tem foco na intervenção direta em fatores sociais relacionados à violência e a criminalidade, sendo coordenada pela Subsecretaria de Prevenção Social à Criminalidade (Supec), da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp). O Instituto Elo é parceiro do Estado na execução desta inovadora Política Pública.

Os quatro programas que estruturam a atuação da Política de Prevenção têm suas ações desenvolvidas em 33 Unidades de Prevenção à Criminalidade (UPCs) de base local, onde os programas Fica Vivo! e Mediação de Conflitos atuam; e em 13 UPCs de base municipal, onde os programas Central de Acompanhamento de Alternativas Penais (Ceapa) e Programa de Inclusão Social de Egressos do Sistema Prisional (PrEsp) desenvolvem suas ações. As unidades de Prevenção à Criminalidade estão presentes atualmente em 13 municípios mineiros: Belo Horizonte, Contagem, Betim, Ribeirão das Neves, Santa Luzia, Vespasiano, Araguari, Juiz de Fora, Uberlândia, Uberaba, Ipatinga, Governador Valadares e Montes Claros.

 

Deixe um comentário